21.3 C
Luanda Province
Segunda-feira, Julho 15, 2024
 

Arábia Saudita Prepara-se para um Futuro Sem Petróleo 

A gigante saudita de energia, Saudi Aramco, abandonou o plano de expansão da sua capacidade de produção de petróleo, após uma orientação governamental, sinalizando uma grande reviravolta na política energética daquele país,  gerando dúvidas sobre a oferta futura de petróleo.  

A decisão surpreendente surge depois de o maior exportador de petróleo do mundo ter afirmado em Novembro do ano passado, que estava a ter êxitos na execução de um projecto multi-bilionário para aumentar a sua capacidade de produção para 13 MBPD até 2027, à medida que a procura na China e na Índia continua a crescer.  

A Arábia Saudita tem actualmente uma capacidade de produção de 12 MBPD e produz cerca de 9 MBPD, em virtude dos cortes de produção da OPEP+, alinhados aos esforços da organização para reanimar o mercado global de petróleo e evitar um excedente de crude. 

A mudança de plano da Saudi Aramco eliminará uma parte significativa das reservas de oferta que os comerciantes esperavam para o final desta década, uma lacuna que poderá ser difícil de preencher por outros players.  

Entretanto, a medida evidencia claramente que a Arábia Saudita está a moderar as suas expectativas de crescimento da procura global de petróleo nos próximos anos, tendo em conta a transição energética. Embora o petróleo continue a ser a espinha dorsal da economia saudita, o país está empenhado em expandir a produção de gás natural, produtos químicos e as energias renováveis.  

A Aramco também espera que mais de 1 MBPD sejam liberados para exportações até 2030, como resultado do plano interno mais amplo do reino, que visa parar de queimar petróleo para geração de energia.

SourceRigzone

Subscreva

- Obtenha acesso total aos nossos conteúdos premiums

Recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui