Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

06 de Abril Decisivo Para os Preços do Petróleo

Os produtores de petróleo da coalizão OPEP+ estão a discutir a possibilidade de reduzir a produção mundial de petróleo bruto em 10 mbpd em cooperação com produtores não-OPEP, um dia depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, disse esperar um enorme corte da Arábia Saudita e da Rússia.

A discussão final dependerá do resultado da reunião do presidente Trump com as empresas petrolíferas dos EUA no final da sexta-feira e durante o fim de semana.

Após vários dias de especulações sobre o envolvimento do presidente Trump na guerra de preços do petróleo entre a Arábia Saudita e a Rússia, que começou a reivindicar suas primeiras vítimas, os produtores de petróleo de xisto nos EUA, o presidente Trump afirmou ter conversado com o príncipe herdeiro saudita e com o presidente da Rússia e esperava um corte de produção de aproximadamente 10 mbpd e talvez substancialmente mais por parte da Rússia e da Arábia Saudita, elevando os preços do petróleo em 25%.

A Arábia Saudita convocou uma reunião urgente da entre a OPEP e outros países não-OPEP,  para tentar encontrar uma solução justa para o actual desequilíbrio do mercado.

A reunião de emergência será realizada por videoconferência na segunda-feira, 6 de Abril, de acordo as autoridades do Azerbaijão, que não é produtor da OPEP, que foi convidado a participar da reunião iniciada pela Arábia Saudita após conversações mediadas pelo presidente Trump.

No entanto, pensamos haver muitos obstáculos para a efectivação de um acordo de corte de produção global da magnitude espelhada pelo presidente Trump, por causa do alto nível de incongruências vigente num de diversos produtores de petróleo, na intenção de um corte colectivo. 

A Arábia Saudita exige a participação de vários outros países produtores de petróleo, incluindo os Estados Unidos. Outro senão, tem haver com a questão com da actual perda da demanda que é provavelmente mais que o dobro do corte de 10 mbpd proposto. 

Por último mas não menos importante, alertamos que uma falha na tentativa de acordo entre os produtores da OPEP e não-OPEP,  na reunião de segunda-feira próxima, poderá resultar numa queda dos preços do petróleo, abaixo dos $20/barril nas próximas semanas.

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes