Domingo, Agosto 14, 2022

Conclusão da 15ª Reunião Ministerial da OPEP+

Must read

A 15ª Reunião de Ministros da OPEP e não-OPEP ocorreu por videoconferência na passada quinta-feira, 1 de Abril, sob a presidência do Príncipe Abdul Aziz bin Salman, Ministro da Energia da Arábia Saudita, e pelo Co-Presidente Alexander Novak, Vice-Primeiro Ministro da Federação Russa. 

Tendo em vista os fundamentos actuais do mercado petrolífero e o consenso sobre suas perspectivas, a OPEP e os países produtores de petróleo participantes e não pertencentes à OPEP enfatizaram as contínuas contribuições positivas da Declaração de Cooperação (DoC) no apoio a um reequilíbrio do mercado global de petróleo e observaram como diligente os esforços da abordagem política prudente da Arábia Saudita de manter os seus ajustes voluntários adicionais de 1 MBPD em Abril de 2021 pelo 3º mês consecutivo. 

Aprovou-se no encontro, os ajustes dos níveis de produção para os meses de Maio, Junho e Julho de 2021, em continuação da conformidade dos mecanismos acordados na 12ª Reunião Ministerial da OPEP+, que decorreu em Dezembro de 2020, para a realização de Reuniões Ministeriais mensais para avaliar as condições do mercado e decidir sobre ajustes no nível de produção para os meses seguintes, sendo que cada ajuste não pode ultrapassar os 0,5 MBPD. 

Os Ministros revisaram o relatório mensal preparado pelo Comitê Técnico Conjunto (JTC), incluindo os dados de produção de petróleo bruto referente ao mês de Fevereiro, e reconheceram uma melhoria  no mercado apoiada pelo programa global de vacinação e pacotes de estímulo nas principais economias, mas em contrapartida, observou-se que a volatilidade verificada nas últimas semanas garante uma abordagem cautelosa e vigilante contínua no monitoramento da evolução do mercado. Em Fevereiro, observou-se que  os stocks de petróleo nos países da OCDE caíram pelo 7º mês consecutivo, mas ainda assim, permaneceram acima da média dos níveis registados entre 2015-2019.

A conformidade geral atingiu 115% em Fevereiro, reforçando a tendência de alta conformidade agregada dos países participantes. Os Ministros reconheceram que, desde a reunião de Abril de 2020, a OPEP e os países não-OPEP participantes do DoC contribuíram para ajustar a oferta global de petróleo para baixo em 2,6 MMBBLS até o final de Fevereiro de 2021, resultando numa rápida aceleração do reequilíbrio do mercado de petróleo . Os Ministros expressaram seus agradecimentos aos países que apresentaram planos em relação aos déficits de compensação anteriores e continuam a trabalhar para compensar os volumes produzidos em excesso. Eles exortaram todos os participantes a atingirem a conformidade total para atingir o objetivo de reequilíbrio do mercado e evitar atrasos indevidos no processo. A este respeito, os Ministros concordaram com o pedido de vários países que ainda não concluíram a sua compensação para uma extensão do período de compensação até ao final de Setembro de 2021. Os Ministros também concordaram que os países participantes com volumes excedentes de produção, deverão submeter seus planos para a implementação de qualquer compensação necessária ao Secretariado da OPEP até 15 de Abril de 2021. 

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes