Sábado, Novembro 26, 2022

Must read

Mais Artigos

Dados do API Atiram Preços do Crude Para Baixo

Os preços futuros do petróleo bruto caíram durante as negociações do meio da manhã desta quarta-feira, 28 de Outubro, apagando a maior parte dos ganhos noturnos, à medida que o mercado ficava ansioso com um grande aumento nos estoques de petróleo nos EUA e com as perspectivas de bloqueios na Europa, onde os países lutam para conter a segunda vaga da pandemia do coronavírus.

Os contratos futuros do ICE Brent para entrega em Dezembro caíram $0,67/bbl (1,63%), e foram comercializados a $40,53/bbl, enquanto o contracto de petróleo leve doce NYMEX também para entrega em Dezembro caiu $0,75/bbl (1,90%), e foram comercializados a $38,82/bbl . Ambos os marcadores saltaram 1,83% e 2,62% respectivamente, depois que o furacão Zeta fechou 55,35% da produção de petróleo do Golfo dos EUA.

A queda nos preços do petróleo pela manhã ocorreu depois que o American Petroleum Institute ter informado que os estoques de petróleo dos EUA aumentaram 4,577 mmbbls na semana encerrada em 23 de Outubro, indicando que os fundamentos do mercado permanecem fracos. O API alimentou ainda mais o sentimento de baixa por meio de seus relatórios de um aumento de 2,252 mmbbls nos estoques de gasolina dos EUA. Consequentemente, a estagnação de 5,333 mmbbls  nos estoques de destilados nada fez para pacificar o mercado.

O contrato NYMEX para entrega em Novembro RBOB foi negociado $2,22/galão (1,94%) abaixo do acordo de 27 de Outubro em $1,1212/galão e o contracto NYMEX ULSD de Novembro caiu $1,73/galão (1,49%) e comercializado a $1,1404/gal. Enquanto isso, as preocupações com o aumento de casos de coronavírus na Europa persistem, já que a possibilidade de restrições mais rígidas, incluindo bloqueios em muitos países, ameaçam prejudicar a recuperação da demanda.

De acordo com dados do Bureau of Safety and Environmental Enforcement dos EUA, 914.811 bpd, cerca de 55,35% da capacidade de petróleo do Golfo dos EUA estão offline e 25% das plataformas e sondas da região, mais de 157 instalações foram evacuadas até a data.

A Chevron, Shell, BP, BHP, Murphy Oil e Equinor confirmaram que fecharam plataformas de produção antes da tempestade. (Platts).

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes