Terça-feira, Agosto 9, 2022

Dados do API Atiram Preços do Crude Para Baixo

Must read

Os preços futuros do petróleo bruto caíram durante as negociações do meio da manhã desta quarta-feira, 28 de Outubro, apagando a maior parte dos ganhos noturnos, à medida que o mercado ficava ansioso com um grande aumento nos estoques de petróleo nos EUA e com as perspectivas de bloqueios na Europa, onde os países lutam para conter a segunda vaga da pandemia do coronavírus.

Os contratos futuros do ICE Brent para entrega em Dezembro caíram $0,67/bbl (1,63%), e foram comercializados a $40,53/bbl, enquanto o contracto de petróleo leve doce NYMEX também para entrega em Dezembro caiu $0,75/bbl (1,90%), e foram comercializados a $38,82/bbl . Ambos os marcadores saltaram 1,83% e 2,62% respectivamente, depois que o furacão Zeta fechou 55,35% da produção de petróleo do Golfo dos EUA.

A queda nos preços do petróleo pela manhã ocorreu depois que o American Petroleum Institute ter informado que os estoques de petróleo dos EUA aumentaram 4,577 mmbbls na semana encerrada em 23 de Outubro, indicando que os fundamentos do mercado permanecem fracos. O API alimentou ainda mais o sentimento de baixa por meio de seus relatórios de um aumento de 2,252 mmbbls nos estoques de gasolina dos EUA. Consequentemente, a estagnação de 5,333 mmbbls  nos estoques de destilados nada fez para pacificar o mercado.

O contrato NYMEX para entrega em Novembro RBOB foi negociado $2,22/galão (1,94%) abaixo do acordo de 27 de Outubro em $1,1212/galão e o contracto NYMEX ULSD de Novembro caiu $1,73/galão (1,49%) e comercializado a $1,1404/gal. Enquanto isso, as preocupações com o aumento de casos de coronavírus na Europa persistem, já que a possibilidade de restrições mais rígidas, incluindo bloqueios em muitos países, ameaçam prejudicar a recuperação da demanda.

De acordo com dados do Bureau of Safety and Environmental Enforcement dos EUA, 914.811 bpd, cerca de 55,35% da capacidade de petróleo do Golfo dos EUA estão offline e 25% das plataformas e sondas da região, mais de 157 instalações foram evacuadas até a data.

A Chevron, Shell, BP, BHP, Murphy Oil e Equinor confirmaram que fecharam plataformas de produção antes da tempestade. (Platts).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes