Terça-feira, Agosto 9, 2022

Eni Reduz Custos Operacionais

Must read

A empresa italiana de energia reduziu  a sua previsão de produção e investimentos, em resposta às consequências causadas pela propagação do coronavírus,  que reduziu significativamente a demanda por petróleo e gás e deprimiu os preços do petróleo. 

Todos os produtores de petróleo estão a ser forçados a reconsiderar os seus planos, já que as restrições de viagens para conter o novo coronavírus tiveram um impacto particular e grave na indústria petrolífera. 

Após uma análise  sobre os resultados do 1 trimestre 2020, a Eni chegou a conclusão que deve reduzir cerca de 30% no capex e espera uma uma redução no opex entre 30%-35% até 2021. 

A produção para este ano deverá ficar em torno dos 1,75- 1,8 MBPD, abaixo da previsão anterior que estimava uma produção de 1,9 MBPD.  A empresa italiana até o momento não recebeu nenhum pedido formal dos países produtores de petróleo em que actua, referente aos cortes de produção OPEP+.   

A demanda por petróleo e gás caiu devido às restrições governamentais, que almejam impedir a propagação do vírus. Esta situação forçou a falência e endividamento de muitas  empresas de energia. A Eni aprovou nesta semana a emissão de títulos de até €4 biliões. A empresa declarou que o fluxo de caixa subjacente havia caído 43% nos primeiros 3 meses de 2020, para cerca de €2 biliões, prevendo um fluxo de caixa ajustado de €7,3 biliões ao longo do ano, tendo como base o preço do Brent a $45/bbl. (Reuters).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes