Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

Incertezas em Relação à Utilização do Nord Stream Animam os Preços do Petróleo

Os contratos futuros de petróleo bruto subiram ligeiramente durante o o meio da manhã desta terça-feira, 19 de Julho, em meio às preocupações persistentes com o fornecimento de hidrocarbonetos após a viagem do presidente dos EUA, Joe Biden, à Arábia Saudita e incertezas em torno do gasoduto Nord Stream, já que a manutenção anual se aproxima da sua conclusão.

O contrato futuro do ICE Brent para entrega em Setembro subiu $2,32/bbl em relação ao fecho anterior, para $106,58/bbl. O contrato da NYMEX WTI para entrega em Agosto subiu $1,93/bbl, fixando-se em  $102,63/bbl.

O presidente Biden não conseguiu extrair do príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, o compromisso concreto de maiores suprimentos de petróleo que ele buscava, após a conclusão de sua viagem no fim de semana. Autoridades sauditas afirmaram que qualquer aumento na produção seria implementado por meio da OPEP+, mas Biden estava optimista com os preços mais baixos nos postos de abastecimentos. A OPEP+ reunirá no dia 03 de Agosto. Há pouca capacidade disponível além da Arábia Saudita e dos Emirados Árabes Unidos.

No entanto, era previsível que não houvesse nada definitivo para tirar dessas reuniões em relação à política de produção de petróleo. Enquanto os comentários dos EUA sugerem que eles acreditam que os produtores do Médio Oriente tomarão medidas para aumentar a produção nas próximas semanas, os comentários da Arábia Saudita foram menos optimistas. Também havia preocupações em torno do fornecimento de gás da Nord Stream, já que a manutenção anual do gasoduto se aproxima da conclusão em 21 de Julho. A retomada dos fluxos após a conclusão do trabalho permanece incerta. Uma pausa na operação deixaria a Europa com suprimentos de energia precários tendo em conta que nos aproximamos do inverno.

Os riscos de oferta permanecem evidentes nos mercados internacionais, e as curvas dos preços futuros permanecem em retrocesso. Apesar das baixas nos mercados futuros mais especulativos, a dinâmica do mundo real permanece mais favorável aos preços do petróleo como sempre. Caso a Rússia não voltar a exportar gás para a Europa ainda no final desta semana, o petróleo Brent poderá voltar a ficar perto dos $110,00/bbl

Em outros lugares, a ameaça da Covid-19 continua a pairar sobre as perspectivas da demanda de petróleo da China. Xangai passará por testes em massa de 19 a 21 de Julho, o que poderá provocar novos temores de bloqueio para o maior importador de petróleo do mundo.

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes