Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

Líbia Prevê Aumento na Produção de Petróleo em Cerca de 260.000 BPD

A National Oil Corp, empresa estatal da Líbia, espera aumentar a sua produção em pelo menos 260.000 bpd até o final do mês de Setembro, após o levantamento da força maior e o fim de um bloqueio de 8 meses nas suas infraestruturas  de petróleo imposto pelo Exército nacional da Líbia. 

Os 2 primeiros portos a retomarem as operações serão o Marsa el Hariga e Brega, e os navios-tanques devem chegar a partir de 23 de Setembro para transportar o petróleo armazenado nas próximas 72 horas. 

A 19 de Setembro, a NOC suspendeu a força maior nos carregamentos de petróleo bruto em portos mais seguros, onde as milícias estrangeiras não estão presentes, isso ocorreu depois que a ONU apoiou a governo Líbio num acordo com a LNA para reabrir os principais portos petrolíferos e reiniciar a produção de petróleo. Em 18 de Janeiro, as tribos orientais apoiadas pelo LNA suspenderam as exportações de 5 terminais de petróleo, o que levou a uma redução drástica para níveis mais baixos desde a guerra civil em 2011. 

A produção de petróleo da Líbia caiu e fixou-se entre os 70.000-120.000 bpd nos últimos meses, em comparação com cerca de 1,10 mbpd antes dos bloqueios. O maior campo de petróleo da Líbia,  com uma produção estimada em 300.000 bpd, voltou a operar no dia 20 de Setembro, mas com uma actividade muito lenta devido a problemas técnicos recentes. 

Os fluxos do pipeline de Sharara ao terminal de exportação de Zawiya também retomaram as suas actividades, com 500.000 bpd a serem transportados. O acordo entre o GNA e o LNA foi assinado pelo vice-primeiro ministro do GNA , Ahmed Maiteeq, mas ainda não foi declarado pelo primeiro-ministro publicamente. 

O conflito entre o GNA que é apoiado pela Turquia e o Qatar, o LNA, com a sua sede no leste é apoiado pela Rússia , Egipto, Emirados árabes Unidos e a Arábia Saudita, resultou em perdas para o governo líbio de $10 biliões em receitas de petróleo. 

A Líbia detém as maiores reservas  comprovadas de petróleo de África, as suas principais ramas de exportação light sweet ES sideer e Sahara, rendem uma grande proporção de gasolina e destilados médios, o que torna-os mais populares entre as refinarias no Mediterrâneo e no Noroeste da Europa. (Platts).

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes