Quarta-feira, Maio 18, 2022

Noruega Planeia Exportar Mais Gás Para  Europa

Must read

À medida que a Europa se aproxima parcialmente de reduzir o consumo do petróleo proveniente da Rússia, as oportunidades e o interesse de alguns players  em substituir o gás russo continuam a crescer, visto que o operador do gasoduto Gassco da Noruega declarou que poderá exportar um recorde de 117 BCM para a Europa em 2022.

A Gassco não atinge números como estes desde 2017 e, medido pelo valor de exportação, a Gassco também desfrutou dos altos preços do gás em 2021, levando a um novo recorde para volumes anuais de gás entregues. Em 2021, a Gassco exportou um total de 113,2 BCM através da rede de gasodutos, um aumento de 6 BCM em relação ao ano anterior. A Noruega entregou aproximadamente 1/4 do gás natural da Europa em 2021.

Em março, a produção de gás do país aumentou significativamente, atingindo cerca de 317 Mm3/d, representando 6,3% acima do planeado e 6% acima da produção do ano anterior. A gigante norueguesa de energia, Equinor ASA, reportou ganhos significativos em relação ao 1º trimestre do corrente ano, superando as expectativas dos analistas com a ajuda da crise energética resultante dos conflitos entre a Rússia e Ucrânia, assim como das sanções subsequentes que fizeram os preços atingirem patamares acima dos $100/BBL. A empresa reportou lucro líquido de cerca de $1,46/acções, e um aumento nos lucros de $4,71 bilhiões.

A Noruega, 2º maior fornecedor de gás para a UE, retomou em março a construção do novo gasoduto de 10 BCM ligado à Polônia via Dinamarca, após uma suspensão de 9 meses.  Ainda assim espera-se que o gasoduto do Báltico esteja pronto até o final de 2022.

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Recentes