Sexta-feira, Dezembro 9, 2022

Must read

- Publicidade -spot_img

Mais Artigos

Petróleo em Alta Com a Restauração da Actividade de Refinação e Desvalorização do Dólar

Os preços futuros do petróleo bruto subiram quase 4% para fechar em alta nos últimos 13 meses nesta manhã de terça-feira, com as refinarias dos EUA a reiniciar a actividade após o mau tempo no sul dos EUA na semana passada. 

O NYMEX WTI para entrega em Março subiu $2,25 e foi comercializado a $61,49/bbl, o  ICE Brent para entrega em Abril subiu $2,33 para fechar em $64,25/bbl. 

Quase 1,8 mbpd da capacidade de refino dos EUA começaram a reiniciar as actividades esta semana, incluindo a maior refinaria da América do Norte, a Refinaria Port Arthur de 607.000 bpd da Motiva Enterprise, que pode não estar totalmente operacional até 11 de Março, de acordo com uma estimativa em um novo arquivamento na Comissão de Qualidade Ambiental do Texas. 

Outras refinarias vão aumentando gradualmente a capacidade de refino incluindo a Refinaria Beaumont 369.024 bpd da ExxonMobil, bem como as refinarias de Corpus Christi operadas pela Citgo Petroleum, Valero Energy e Flint Hills Resources.

O preço do barril de petróleo também recebeu um impulso devido à restauração completa da produção de petróleo impactada pela tempestade que poderá levar várias semanas. No seu pico, a tempestade obrigou o fecho de quase 4 mbpd de produção na semana passada, de acordo com os dados compilados pela PETROANGOLA. Conforme as temperaturas aumentaram no fim de semana, estima-se que 85% da produção já esteja online, embora os impactos remanescentes do congelamento possam significar que 100.000-200.000 bPd permanecerão offline nas próximas semanas, enquanto os equipamentos danificados são reparados.

Os estoques de petróleo comercial dos EUA devem ter caído 4,8 mmbbls para cerca de 457 mmbbls na semana encerrada em 19 de Fevereiro, cerca de 1% abaixo da média de 5 anos. O NYMEX para Março RBOB aumentou $0,348 e foi transacionado a $1,8417/gal e o ULSD para Março subiu $0,357 e foi transacionado $1,8586/gal. 

Apesar dos EUA ultrapassarem meio milhão de mortes por Covid-19, os números de casos com tendência de queda na maioria dos principais aspectos económicos e o optimismo em torno do lançamento de vacinas foi considerável para as perspectivas de demanda de petróleo. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou em 22 de Fevereiro que seu país começaria a relaxar as rígidas restrições à pandemia a partir de 8 de Março.

O retorno à normalidade para grandes partes da Ásia e dos EUA fornece um forte argumento para uma recuperação ainda mais forte na demanda de petróleo no segundo trimestre. O comércio de refração resultou na desvalorização do dólar e fornece algum suporte adicional para um mercado de petróleo que vivencia fundamentos do lado da oferta e da demanda constantemente otimistas. (Platts).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes