Sábado, Novembro 26, 2022

Must read

Mais Artigos

Preços do Crude Estabilizam-se com as Acções do Mercado

Os contratos futuros do petróleo permaneceram estáveis, após o mercado de acções mostrar-se firme. Porém, analistas apontam que os índices globais ainda são sensíveis às manchetes do surto de coronavírus. 

Os contratos futuros do petróleo bruto ICE Brent para entrega no mês de Abril subiram $0,4/bbl (0,07%), em relação ao fecho da passada sexta-feira e foi comercializado ao preço de $54,51/bbl. Enquanto que, o contrato do petróleo leve NYMEX (WTI), para entrega do mês de Março subiu $0,5/bbl (0,10%) e foi comercializado ao preço de $50,37/bbl. 

Após a abertura do mercado futuro asiático, foi observada uma força de recuperação, com o PBOC oferecendo seu primeiro lote de fundos especiais de re-emprestimos enquanto se combater o surto. A China também afirmou que gastará pelo menos $10 biliões para controlar a situação actual. No entanto, as autoridades chinesas ressaltaram que permanecem cautelosas, dado que os índices globais são sensíveis às manchetes do vírus e que os mercados medem de perto o nível potencial de interpretação daqui para frente. 

Mais apoio surgiu, após o Irão manifestar seu apoio aos cortes de produção que foram aprovados pela maioria dos membros da OPEP. O primeiro ministro iraniano afirmou que tudo o que a maioria dos membros da OPEP alcança o Irão apoia, em outras palavras, o Irão apoia aqueles que queiram aprofundar os cortes de produção. Dito isto, os preços do petróleo foram ainda mais sustentados, uma vez que a produção de petróleo da OPEP caiu 470.000 bpd em Janeiro. 

A OPEP produziu 29,08 mbpd em Janeiro, abaixo dos 29,55 mbpd produzidos em Dezembro de 2019, quando o oitavo dos seus membros registou queda. Porém, a propagação do coronavírus afeta a demanda global de petróleo, uma vez que a OPEP encontra-se sob pressão para reduzir a produção. Contudo, a PETROANGOLA alerta que apesar dos esforços da OPEP para conter a produção, esta acção poderá tornar-se insuficiente face a queda dos preços do petróleo. 

 A participação total da OPEP no mercado de petróleo caiu para 35%, uma vez que a OPEP possui o monopólio dos preços, sugerindo que mesmo com os cortes na produção da OPEP, os países não membros da OPEP ainda poderiam produzir e monetizar os barris. (Platts).

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes