Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

Preços do Crude Estabilizam-se Após Semanas de Especulações no Mercado

Os preços futuros de petróleo bruto foram comercializados em alta  no meio da manhã desta terça-feira, 19 de Abril, com o sentimento firme no mercado após 4 dias de preocupações crescentes sobre a possibilidade de uma proibição em toda a UE às importações de petróleo da Rússia e interrupções no fornecimento da Líbia.

O contrato futuro da ICE Brent para entrega em Junho subiu $0,38/bbl (0,34%) e foi comercializado a $113,54/bbl, enquanto o contrato de petróleo light sweet WTI da NYMEX para entrega em Maio subiu $0,25/bbb (0,23%), sendo comercializado a $108,46/bbl.

O contrato de petróleo ICE Brent do 1ª mês aumentou cerca de $15/bbl nas últimas 4 sessões, desde que caiu para uma baixa de 3 semanas de $97,57/bbl. O sentimento foi impulsionado nos últimos dias pela crescente possibilidade de uma proibição em toda a UE das importações de petróleo russo, enquanto o impacto baixista de uma liberação maciça de reservas de petróleo pelos EUA e pelos países membros da Agência Internacional de Energia foi maioritariamente precificado. Os preços do crude estenderam os ganhos recentes para $114/bbl, com o cenário de oferta continuando a ser deteriorado, uma vez que na  semana passada a IEA havia alertado a possibilidade da  produção russa cair 1,5 mbpd em abril, já que sanções mais pesadas poderiam dificultar encontrar compradores.

A Líbia fechou o seu maior campo de petróleo, Sharara, e declarou força maior no porto petrolífero de Zueitina, depois que alguns indivíduos entraram no terminal e impediram os trabalhadores de continuar as exportações. O campo de Sharara produz 300 kbdp. Esta situação ocorreu logo após a declaração de força maior em 17 de Abril nas entregas das exportações de petróleo bruto de Mellitah, resultante do fecho do campo de petróleo El Feel com uma produção de 70 kbpd. A interrupção na produção de petróleo da Líbia aumentou o sentimento de alta no mercado, que já verifica pouca oferta, tendo superado ass preocupações crescentes com a demanda devido aos bloqueios na China.

No curto prazo, os investidores acompanharão de perto se a UE avançar com quaisquer restrições às importações de petróleo da Rússia. Embora a UE tenha reduzido as importações de petróleo da Rússia até certo ponto desde o início da guerra na Ucrânia, vários países membros continuam fortemente dependentes da energia russa. Dada a opinião pública, é cada vez mais provável que a UE adote uma proibição gradual do petróleo russo, e esse pensamento por si só deve ser um catalisador de alta suficiente para manter a oferta de petróleo em queda.

Se a UE entrar em ação com um embargo de petróleo, será um desafio para o petróleo dos EUA preencher o déficit da UE. Os swaps de petróleo de Dubai e os spreads inter-meses foram maiores no comércio do meio da manhã desta terça-feira em relação ao fecho anterior.

O swap de junho de Dubai estava atrelado foi comercializado a $106,02/bbl, uma alta de $2,04/bbl (1,96%) em relação ao fecho do mercado asiático em 18 de Abril. O spread inter-mensal do swap de Maio-Junho de Dubai foi vendido a $1,83/bbl, registando uma alta de $0,9/bbl no mesmo período, e o spread inter-mensal Junho-Julho subiu $1,78/bbl.

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes