Domingo, Outubro 2, 2022

Preços do Crude Estáveis Com o Dólar Mais Fraco

Must read

Os contractos futuros do petróleo permaneceram altos durante as vendas no meio da manhã desta terça-feira 28 de julho, com um dólar mais fraco, aumentando o apetite ao risco e fornecendo suporte para o complexo mercado global de petróleo. 

O ICE Brent para entrega em Setembro subiu $0,19/bbl (0,44%) e foi comercializado a $43,60/bbl, enquanto que o contracto de petróleo leve NYMEX WTI para entrega em Setembro subiu $0,6/bbl (0,14%) e foi comercializado $41,66/bbl. 

O índice do dólar ficou em 93,64, uma queda de 0,02% em relação ao fecho da sessão de trading dos EUA. O dólar americano está mais fraco, sendo negociado abaixo do nível 94,0, o menor desde Maio de 2018, continuando a aumentar o apetite dos investidores por activos de risco, como o petróleo bruto.

A próxima reunião do Comitê de Mercado Aberto Federal acontece nos dias 28 e 29 de Julho, onde o presidente da Federal Reserve, Jerome Powell, deve expressar apoio contínuo à política monetária Fed´s dovish, é provável que o declínio do dólar continue, mantendo os preços do petróleo flutuantes.

Os mercados de petróleo estão a receber apoio das expectativas do compromisso mais firme do FOMC que poderá permitir que a inflação acima da meta ocorra por algum período de tempo, o que deve ser visto como incrivelmente positivo para os activos de risco. E os preços do petróleo continuarão a atrair apoio da política Fed´s dovish, que prevê uma baixa no dólar americano baixar. 

No entanto, as crescentes tensões geopolíticas entre os EUA e a China, em meio dum cenário económico incerto, continuarão a limitar os ganhos, mantendo os contractos futuros de petróleo Brent negociados na faixa familiar entre os $40 a $ 45/bbl.

“Para que os preços do petróleo subam mais, deve haver um nivelamento significativo na curva de contagem de casos da CV-19 nos EUA. Embora o número de novas infecções diárias nos EUA tenha caído consideravelmente de 77.300 em 16 de julho para 55.000 em 26 de julho, de acordo com os dados mais recentes da Universidade John Hopkins, o número permanece significativamente maior do que as taxas de infecção diária em outras grandes economias , mesmo que muitos estados dos EUA tenham pausado ou revertido os planos de reabertura. (Platts).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes