Terça-feira, Agosto 9, 2022

Preços do Petróleo Aumentam à Medida que as Tensões Comerciais EUA-China Diminuem

Must read

Os preços futuros do crude subiram em função de sinais positivos em relação às negociações comerciais entre Washington e Pequim, o que facilitou a sustentação da subida dos preços do petróleo.

O ICE Brent para entrega em Novembro subiu $0.44/bbl (0.72%), e foi comercializado a $61.25/bbl, ao passo que, o contrato futuro NYMEX (WTI), para entrega em Outubro subiu $0.47/bbl (0.84%), e foi vendido $55.22/bbl.

Os preços do petróleo caíram na última semana, depois que o presidente dos EUA Donald Trump, demitiu o conselheiro de segurança nacional, John Bolton. A remoção de Bolton potencializou Trump, mais uma margem para prosseguir uma reunião com o presidente Irianiano Hassan Rouhani.

De acordo com relatos, o secretário de estado do Tesouro Norte-Americano, Steven Munchin, era a favor de uma abertura das negociações com o Irão, enquanto que Bolton encontrava-se do lado oposto. Esta leve sugestão de alívio, assustou o mercado, proporcionando uma subida acentuada dos preços futuros do Brent Benchmark.

Por outro lado, a atenuação das tensões comerciais entre EUA-China alimentaram sentimentos optimistas. Pequim surgiu com uma lista de isenção de tarifas para importações Norte-Americanas, na última Quarta-feira, antes das próximas negociações comerciais entre os dois países. Os negociadores de ambos os países reunirão em Washington em meados de Setembro, tendo em vista outras negociações a serem realizadas em Outubro.

Portanto, a tensão comercial EUA-China reduziu significativamente, sendo que os dois lados tentam enviar um sinal amigável, antes de suas conversas presencialmente na próxima semana. Com esta leve melhoria, nas condições da questão comercial EUA-China, juntamente com a antecipação do conjunto de estímulos da série de bancos centrais, os mercados asiáticos deverão ser accionados no dia das negociações. Contudo, os participantes do mercado estavam a procura da reunião do Comité Conjunto de Monitoramento Ministerial entre a OPEP e seus aliados, marcada para a próxima Quinta-feira em Abu Dhabi. (Platts).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes