Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

Preços Futuros do Crude Respondem Positivamente a Fase 1 do Acordo Comercial EUA-China

Os contratos futuros do petróleo subiram na manhã da última sexta-feira, com um optimismo surgindo depois que os EUA e a China assinaram a Fase 1 do acordo comercial. 

O Ice Brent para entrega para Março subiram $0,45/bbl (%0,70), e foi comercializado a $64,63/bbl. Enquanto que, o contrato futuro do NYMEX (WTI), para entrega de Março subiu $0,40/bbl (%0,69) e foi comercializado a $58,21/bbl.  

O sentimento geral nos mercados asiáticos aumentou após a assinatura do acordo na passada quarta-feira entre os EUA e a China. Pelo acordo, a China comprará $50 biliões em produtos energéticos dos EUA nos próximos 2 anos. O acordo da Fase 1 foi assinado, porém o aspecto mais positivo do acordo consiste na diminuição substancial da incerteza sobre as relações comerciais EUA-China à curto prazo. 

Importa realçar que este acordo constitui uma trégua provisória entre ambos os países, longe uma resolução duradoura. No entanto, o sentimento tem sido volátil para os preços futuros do petróleo, a medida que os players do mercado permanecem confusos, enquanto as expectativas de atraso nos cortes de tarifas permanecem amortecidas. 

Embora o mercado aceite obviamente o acordo de uma maneira positiva, provavelmente será mais um alívio do que uma exaltação. A reação positiva provavelmente será abafada pelo anúncio anterior de que os EUA não cortarão as tarifas remanescentes. 

As tarifas existentes sobre as exportações chinesas para os EUA, provavelmente permanecerão em vigor até após as eleições presidenciais nos EUA, em Novembro. Os dados da administração de Informações sobre Energia dos EUA (EIA), demonstraram um recorde da produção doméstica, bem como na capacidade de produtos refinados na última semana, pressionando os preços estabelecidos na passada quarta-feira. De acordo com os da EIA, a produção de petróleo dos EUA subiu 100.000 bpd, representando uma alta no historial de 13 mbpd, na semana que encerra em 10 de Janeiro. Um aumento nos estoques de produtos refinados dos EUA, foi observado aumentando o sentimento de estagnação do mercado. (Platts).

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes