Domingo, Outubro 2, 2022

Preços Futuros do Petróleo Sobem com Dados do PIB da China e Desaceleração do Stock dos EUA

Must read

Os preços futuros do crude mantiveram a tendência em alta durante o período de comercialização da manhã de quarta-feira em Londres, com o forte crescimento do PIB chinês e uma surpresa nos stocks de petróleo dos EUA. Além disso, a geopolítica ainda continua a ser um factor de apoio aos preços altos, uma vez que já se fala em uma nova rodada de sanções dos EUA contra a Venezuela.

O Brent subiu $0,39 e foi comercializado a $72,11 e o WTI ganhou $0,40 e foi comercializado a $64,48.

Os dados do PIB chinês divulgados na quarta-feira mostraram um crescimento de 6,4% no 1º trimestre, inalterado em relação à taxa do 4º trimestre. Houve um certo grau de pessimismo em torno da economia chinesa, mas os dados do PMI indicam uma recuperação em Março, dados esses que superam as expectativas e diminuem as preocupações.

Somando-se aos dados positivos da economia chinesa, foram os dados de processamento de petróleo bruto chinês, com 12,5 mbpd em Março. Embora tenham sido um pouco menores que os níveis recordes alcançados em Janeiro e Fevereiro, e representar uma menor taxa de processamento, as importações de petróleo em Março continuam extremamente altas e subiram 3% ao ano.

O American Petroleum Institute (API) reportou uma igualdade nos stocks de crude de 3,096 mmbbls qpara a semana que encerrou em 12 de Abril, estando abaixo das expectativas dos analistas de uma aumento de 1,711 mmbbls. Incluindo os dados desta semana, a compilação líquida está agora em 4,44 mmbbls para o período de 16 semanas.

O API também reportou uma desaceleração nos stocks de gasolina nesta semana no valor de 3,561 mmbbls. A produção de petróleo bruto dos EUA para o período em análise foi de 12,2 mbpd. Os stocks de destilados aumentaram em 2,33 mmbbls. Os stocks de crude na planta Cushing, Oklahoma, caíram em 1.561 mmbbls.

A geopolítica também continua optimista em relação ao preço do petróleo bruto, com os EUA anunciando novas sanções contra Cuba, Nicarágua e Venezuela na quarta-feira, embora isso ainda não tenha sido confirmado. Os EUA estão a aumentar a pressão sobre o Irão e a Venezuela, tornando o ambiente geopolítico favorável para um aumento no preço do crude. (Platts).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes