Domingo, Agosto 14, 2022

Previsões Apontam Para Uma Redução no Crescimento da Produção de Crude dos EUA

Must read

O crescimento da produção de petróleo dos EUA poderá cair dos quase 2 mbpd em 2018 para “praticamente nenhum crescimento em 2021”, de acordo com um relatório da IHS Markit.

A mudança faz parte de uma nova era de moderação dos produtores de petróleo de xisto, na medida em que as empresas se concentram na disciplina de capital e no retorno dos accionistas. 

O afastamento da teoria do crescimento da produção a todo custo começou no ano passado e o impacto já está a ser sentido. Enquanto a produção de petróleo dos EUA subiu 5% em Agosto para 12,37 mbpd, este aumento é o primeiro dos últimos 3 meses seguidos de queda, embora a média de Julho tenha sido reduzida pela tempestade tropical Barry.

A desaceleração do crescimento ocorre quando os preços WTI permanecem na faixa dos $50/ bbl por boa parte do ano. Em Setembro, por exemplo, a média do WTI estava abaixo dos $57/ bbl, muito abaixo da média de $70/bbl alcançada em Setembro de 2018. A média de $50/bbl é o ponto crucial e decisivo para a viabilidade do crescimento da produção de petróleo de xisto e o retorno dos accionistas.

Observando que as estimativas dos preços do WTI devem continuar em média em torno dos $50/bbl em 2020-2021, se prevê que as despesas de capital em perfurações e conclusões em terra caiam 10%, de $102 biliões este ano, para $90 biliões em 2020 e $83 biliões em 2021, representando um declínio de quase $ 20 biliões em despesas anuais em apenas 3 anos.

Muitas empresas de exploração e produção (E&P), principalmente as menores, têm lutado para obter acesso a financiamentos do mercado de capitais para financiar suas operações. A combinação de mercados de capitais fechados e preços baixos, está a retirar dinheiro do sistema. Os investidores estão a impor disciplina de capital às empresas de  E&P, reduzindo os preços das acções e aumentando o custo do capital nos mercados de dívida.

As perspectivas apontam para um crescimento total da produção dos EUA de 440.000 bpd em 2020, antes de se estabilizar em 2021. Espera-se que o crescimento modesto seja retomado em 2022, mas longe dos níveis de crescimento dos últimos anos. No entanto, as nossas análises mostram que um preço do barril de à $65, apoiaria um forte crescimento da produção de petróleo de xisto e também proporcionaria retornos significativos aos accionistas. (JPT).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes