Domingo, Outubro 2, 2022

Recuperação da Demanda Reforça Ganhos do Preço do Crude

Must read

Os contratos futuros do petróleo bruto subiram durante as negociações do meio da manhã desta quinta-feira, 25 de Fevereiro, mesmo após a EIA apresentar dados negativos, o mercado preferiu concentrar-se no otimismo gerado pelo declínio no número de infecções por Covid-19 nos últimos dias, acompanhado do lançamento de novas vacinas. 

O contrato ICE Brent para entrega em Abril subiu $0,31/bbl   e encerrou ao preço de $67,35/bbl, enquanto o contrato do petróleo NYMEX WTI para a entrega em Abril subiu $0,20/bbl e foi comercializado a $63,42/bbl. 

Dados da EIA divulgados a 24 de Fevereiro revelaram um aumento nos estoques comerciais de petróleo dos EUA em cerca de 1,28 mmbbls, estabilizando-se em 463,04 mmbbls na semana encerrada em 19 de Fevereiro. O aumento nos estoques contrária às expectativas dos analistas previam um declínio de 4,8 mmbbls, devido a cortes de energia e temperaturas extremamente baixas no sul dos EUA, que interrompeu a capacidade de refinação daquele país em mais de 4,4 mbpd. 

Os dados da EIA também evidenciaram um aumento de 10.000 bbls nos estoques de gasolina dos EUA, devido a uma redução acentuada na produção das refinarias contrabalançada por uma demanda impulsionada pela tempestade. A demanda implícita de gasolina registou um declínio de 1,2 mmbbls, o maior declínio desde o início de Abril de 2020. 

O mercado ignorou esses elementos de baixa e continuou a se concentrar na perspectiva optimista da demanda por petróleo em meio à queda nos números de infecções por Coronavírus. Os investidores estão focados na aceleração da demanda por petróleo, à medida que o lançamento de novas vacinas e a redução dos números de infecções oferecem a visão de um cenário positivo pós-pandemia para o sector dos petróleos.  

O crescimento no número de pessoas vacinadas contra a Covid-19, está diminuindo as restrições e aumentando a demanda nos EUA. Na Ásia, o aumento das viagens retornou a demanda da aviação aos níveis pré-pandêmicos na Índia e o consumo de matéria prima da China também recuperou significativamente. 

Verifica-se uma melhoria na Europa, com previsão de aumento da demanda por gasolina em mais 60.000 bpd no mês de Fevereiro, e a demanda regional de diesel também deverá melhorar para cerca de 60.000 bpd. Adicionalmente, a mobilidade econômica nas 5 maiores economias da Europa parece estar a aumentar, com vários índices médios de mobilidade na França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido, situa-se nos 37,7% abaixo dos níveis pré-crise na semana até 20 de Fevereiro, em comparação com 40,4% abaixo na semana até 13 de Fevereiro. 

Há uma clara perspectiva de melhoria da demanda, os preços atuais do petróleo são sustentáveis, mas a cautela deve permanecer, pois o aumento da oferta da OPEP + ou dos produtores de xisto dos EUA pode conter a tendência alta do preço do barril de petróleo.

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes