Domingo, Outubro 2, 2022

Tempestade de Neve no Texas Causa Grande Declínio na Produção de Petróleo dos EUA

Must read

A produção de crude dos EUA caiu em até 40% devido ao Polar Vortex, que trouxe temperaturas negativas em alguns daquela nação, principalmente no Texas, onde as cabeças dos poços e oleodutos ficaram totalmente congeladas. O que está a  se transformar em um problema global. 

De acordo com as estimativas da PETROANGOLA, as perdas totais na produção até ao início do mês de Março podem chegar aos 16 mmbbls. Alguns traders também afirmaram que as perdas de produção podem ser duas vezes maiores do que o esperado. 

O mercado está a subestimar a quantidade de produção de petróleo perdido no Texas devido ao mau tempo, e não se trata apenas da perda de produção de petróleo. Quedas no volume total de energia gerada levaram ao fecho temporário de várias refinarias no Texas, que removeram cerca de 3 mbpd ou mais em capacidade de refino. 

Neste contexto, os refinadores europeus serão um dos grupos que se beneficiarão da nevasca do Texas. Outro beneficiário será a OPEP+, o cartel estendido irá reunir-se no início de Março para discutir o progresso em seus cortes de produção, e os eventos no Texas podem fortalecer a mão de produtores que querem começar a aumentar a produção. 

A Arábia Saudita já sinalizou que os preços estão em um nível mais confortável. O Reino já afirmou que encerrará seus cortes voluntários de produção de 1 mbpd a partir de Março. 

Em Março, o tempo no Texas deve voltar ao normal. Na verdade, de acordo com as projecções, deve estar normalizado até o final desta semana. No entanto, levará mais do que alguns dias para que a produção e o refino voltem ao normal. (Oilprice).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes