21.8 C
Luanda Province
Domingo, Junho 23, 2024
 

CNOOC De Olhos no Oil & Gas Angolano

A gigante petrolífera chinesa, China National Offshore Oil Corporation (CNOOC) enviou recentemente a Angola, uma delegação da empresa, liderada pelo seu Vice Presidente, Yu Jin, para explorar oportunidades de exploração e produção de petróleo no território angolano.

Durante a audiência concedida ao grupo de altos executivos da CNOOC, o Ministro dos Recursos Minerais, Petróleos e Gás, Diamantino Azevedo, destacou as áreas em que o Governo angolano gostaria de ver as empresas chinesas a investirem, tendo sido abordada a possibilidade de a CNOOC entrar na composição do Grupo Empreiteiro do Bloco 24 offshore, que tem como principal objectivo desenvolver uma descoberta existente naquele, assim como realizar actividades de exploração que permitam adicionar recursos às descoberta já existente.

Nos próximos dias, uma delegação da CNOOC chefiada pelo Sr Liu Yongjie, Presidente da CNOOC Internacional Limitada, deverá deslocar-se novamente a Angola para encetar discussões à volta do Bloco 24 e de outras oportunidades de exploração petrolífera.

Angola pretende fortalecer as relações no sector energético com a China, em consonância com o seu plano estratégico de alavancar o desenvolvimento contínuo do sector petrolífero, atraindo novos investimentos, especialmente após o país deixar o cartel da OPEP em Dezembro de 2023. 

Ao longo dos últimos 06 anos, foram feitas reformas importantes no sector petrolífero angolano, visando melhorar a sua governança, transparência e eliminar possíveis conflitos de interesse. Estas iniciativas têm sido muito úteis para o fomento de um melhor ambiente de negócios e para o relançamento da actividade de exploração petrolífera no território nacional, à medida que o país procura reverter a declínio da sua produção de petróleo.

Subscreva

- Obtenha acesso total aos nossos conteúdos premiums

Recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui