Domingo, Outubro 2, 2022

EUA Vai Aumentar as Taxas de Processamento das Refinarias para Atender a Demanda Interna

Must read

As refinarias de petróleo dos Estados Unidos pretendem continuar a operar em níveis recordes ao longo do 3º trimestre deste ano, à medida que se observa uma recuperação da demanda doméstica e os temores de restrição no fornecimento de combustíveis.  

Os actuais níveis operacionais deverão manter os preços da gasolina nos EUA abaixo das máximas da primavera, ao mesmo tempo em que proporcionarão fortes ganhos para as refinarias norte-americanas. Muitas unidades de processamento planeiam funcionar a níveis semelhantes à taxa de utilização média de 94% registada no 2º trimestre deste ano, apesar das preocupações com a recessão económica nos Estados Unidos.    

A Marathon Petroleum Corp (MPC.N), empresa integrada de energia a jusante que opera o maior sistema de refinação dos EUA, tenciona trabalhar a 97% de sua capacidade máxima de produção de 2,9 MBPD, sendo que no último trimestre, as suas 13 plantas funcionaram a uma taxa média de 100%. 

A Valero Energy (VLO.N), a 2ª maior refinaria termos de capacidade, espera impulsionar a taxa de utilização de 90% para 93% em suas plantas de refinação que possuem uma capacidade de processamento combinada de 2,2 MBPD.   

Desde o início do ano, as refinarias dos EUA tem estado a funcionar em níveis recordes devido à rápida recuperação da demanda interna e à forte procura por combustíveis em outros mercados, em virtude do conflito Rússia – Ucrânia.  

Por outro lado, os baixos stocks de gasolina e diesel nos EUA aumentaram os temores de escassez de combustível para os próximos meses, já que se aproxima a temporada de furacões e tempestades ao longo da costa do Golfo dos EUA, o que coloca em grande risco boa parte das actividades das refinarias localizadas nesta região do país.

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes