24.8 C
Luanda Province
Sábado, Junho 22, 2024
 

Fundamentos Mistos do Mercado Provocam Queda de 5% nos Preços do Petróleo

O preço do barril de petróleo registou uma queda significativa 5% nesta quarta-feira, reflectindo uma série de factores que afectaram tanto a oferta quanto a demanda global por petróleo. 

Uma das razões primordiais para esse declínio nos preços reside na incerteza que envolve a disponibilidade futura de petróleo. Embora o Comitê Conjunto de Monitoramento Ministerial da OPEP+ tenha recomendado a manutenção da estratégia actual de restrição na oferta de crude, que consiste em reduzir cerca de 1,3 MBPD, surgiram preocupações de que o grupo tenha deixado a porta aberta para aumentos na produção no próximo ano. 

Essa perspectiva de um possível aumento na oferta exerceu pressão descendente sobre os preços, uma vez que os investidores passaram a temer a iminência de um excesso de oferta no mercado. 

Ademais, a dinâmica macroeconómica desempenhou um papel importante nessa queda dos preços, uma vez que os mercados assistiram à consolidação das expectativas de que as taxas de juros nos Estados Unidos permaneceriam em patamares elevados por um período mais prolongado, devido ao relatório Jolts, que apresentou números mais robustos do que o previsto. 

Esse cenário provocou um deslocamento dos investimentos em direção aos activos de renda fixa dos EUA, resultando no fortalecimento do dólar, um factor que, por sua vez, enfraqueceu as commodities, incluindo o petróleo. 

Outro factor que contribuiu para a queda dos preços foi a notícia da baixa dos números de postos de trabalhos criados na economia americana, que se mostrou abaixo do esperado, sugerindo uma possível desaceleração económica e, consequentemente, uma menor demanda por petróleo. Além disso, havia preocupações em relação à Europa, onde os PMIs apontavam para a possibilidade de uma recessão técnica, e também em relação à China, onde a desaceleração económica é uma preocupação crescente. 

Por último, os stocks de petróleo bruto dos EUA caíram, embora os stocks de gasolina tivessem aumentado significativamente, superando as expectativas. Isso sugeriu uma demanda mais fraca por gasolina nos EUA, o que contribuiu para a queda nos preços do petróleo. 

A conjunção desses factores culminou em uma queda significativa de 5%, equivalente a mais $5/bbl, levando o Brent a ser negociado a $85,81/bbl e o WTI a ser cotado em $84,22/bbl.

Subscreva

- Obtenha acesso total aos nossos conteúdos premiums

Recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui