18.8 C
Luanda Province
Sexta-feira, Julho 19, 2024
 

Katila Dompetelo – A 1ª Forewoman do Projecto Mafumeira Sul da Chevron em Cabinda

Katila Dompetelo é uma mulher de destaque na indústria petrolífera angolana. Aos 37 anos, é a primeira Forewoman do projecto Mafumeira Sul, da Chevron, na província de Cabinda, em Angola. 

Katila é responsável por garantir que as operações diárias decorram sem problemas, incluindo a integridade física dos seus colegas.  

“Adoro me levantar, colocar meus equipamentos de proteção individual e trabalhar com minha equipa para fazer as coisas acontecerem”, diz Katila, uma mulher que supervisiona uma força de trabalho com cerca de 154 elementos, desde operadores a prestadores de serviços.

 “Sei que meu sucesso abrirá portas para outras mulheres.”

Angola está entre os maiores produtores de petróleo de África, onde o petróleo bruto, o gás natural e o petróleo refinado constituem quase todas as exportações do país. Isso faz da posição da Katila, um marco significativo para as mulheres no país, bem como para o progresso alcançado em todo o sector.

Katila passa 28 dias seguidos numa plataforma composta por:

  • Três cabeças de poços
  • Uma instalação principal de produção e processamento
  • Uma plataforma para alojamento do pessoal
  • Um oleoduto de aproximadamente 121 km
  • Cinquenta poços

“Quando comecei esta função, não tinha uma ideia completa de quão desafiador seria o trabalho”, disse a também mãe de dois filhos. “Estar em operações não é fácil, principalmente se você estiver na linha da frente. A força física e mental que aprendi nesta função durará por toda a minha vida.”

O próximo obstáculo, diz Katila, é atrair mais mulheres para carreiras em áreas dominadas pelos homens e derrubar barreiras para as gerações futuras.

“Estamos aqui, esperando por vocês”, diz ela às líderes femininas de amanhã. “Venham para as operações e não se arrependerão”

Aqui vai o  conselho da Katila para outras mulheres que desejam seguir os seus passos: estejam prontas para darem 150% e nunca deixem que os estereótipos de género vos impeçam de perseguir os seus sonhos. “Como mulheres, somos duronas por natureza”, disse ela. “Não há nada que não possamos fazer.”

SourceChevron

Subscreva

- Obtenha acesso total aos nossos conteúdos premiums

Recentes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui