Quinta-feira, Maio 19, 2022

Taxas dos Navios Petroleiros Recuperam Após Decisão da OPEP+ em Aumentar o Suprimento de Petróleo

Must read

As taxas diárias para os navios petroleiros de baixo porte registaram um aumento depois da OPEP+ ter anunciado uma adição gradual na oferta de petróleo no mercado em cerca de 2 MBPD entre os meses de Maio e Julho.

Os proprietários de petroleiros preveem um 2º trimestre mais lucrativo em comparação ao 1º trimestre, em que se obtiveram as taxas mais baixas da última década. 

Mesmo assim, a indústria ainda estima dificuldades nos próximos meses, especialmente no segmento dos transportes marítimos de petróleo. 

No 1º trimestre, as taxas dos navios-tank foram impactadas pelos cortes massivos de produção da OPEP+ e pelo corte extra de 1 MBPD do maior produtor da OPEP e o maior exportador de petróleo bruto do mundo, a Arábia Saudita. 

Os cortes da OPEP+ criam alguns constrangimentos no mercado dos navios-petroleiros desde janeiro de 2021, em meio à uma redução da disponibilidade de embarques marítimos da Arábia Saudita e ao aumento do número de navios petroleiros disponíveis no mercado após terem servido de armazenamento flutuante de crude por um longo período de tempo. 

Os proprietários de  navios petroleiros e shipbrokers  continuaram a enfrentar grandes dificuldades no mês de março e preparavam-se para um período mais longo de taxas mais baixas. No entanto, foram surpreendidos com a decisão da aliança em manter produção de petróleo estável em Abril. 

As exportações do Médio Oriente caíram cerca de 9% no 1º trimestre de 2021 em comparação com o mesmo período em 2020. Um declínio dos anteriores 19,3 MBPD registados no 1º trimestre de 2020 para 17,6 MBPD registados actualmente, tornando-se no volume de crude exportado mais baixo desde 2010.  

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -spot_img
- Publicidade -spot_img

Mais Recentes