Domingo, Outubro 2, 2022

BP e Sonangol Assinam Acordo de Desenvolvimento do Campo Platina no Bloco 18

Must read

A BP assinou um acordo com a Sonangol relacionado com a decisão final de investimento para o desenvolvimento do campo Platina em águas profundas do Bloco 18. O acordo também envolve a extensão da licença de produção para o projecto do Grande Plutónio operado pela BP no Bloco 18 para até 2032 e a Sonangol terá direito a uma participação de cerca de 8% no bloco.  

A BP opera o projeto PSVM no Bloco 31 que entrou em produção em 2013, visto que Platina será o primeiro empreendimento novo operado em Angola. 

O projecto Grande Plutónio foi comissionado em 2007 e foi a segunda fase de desenvolvimento no Bloco 18 .O campo Platina, descoberto em 1999, encontra-se numa lâmina de água de cerca de 1.300 m, e será desenvolvido através de uma ligação submarina com o (FPSO)Grande Plutónio, localizado a 160 milhas do noroeste de Luanda.  

Foram feitas um total de 8 descobertas neste bloco, os campos Gálio, Cromo, Cobalto, Paládio e Plutónio constituem o primeiro desenvolvimento produtor conhecido como Grande Plutônio. Platina é um dos campos neste bloco e o próximo desenvolvimento deste bloco. O Grande Plutónio entrou em operação em Outubro de 2007. A produção é baseada em um FPSO com uma capacidade de 1,75 mmbbls, um sistema de produção submarino com tecnologia de poço inteligente e poços de injeção de água e gás. 

A decisão final de investimento para o desenvolvimento estava prevista para o segundo trimestre de 2019 e com uma previsão de produção em finais de 2021 ou início de 2022. Além disso, dois memorandos de entendimento (MOA) foram assinados entre a BP e a Sonangol para acesso adicional e exploração offshore Angola, que também inclui uma cooperação para novos produtos, um terminal de petróleo bruto, bem como instalações de armazenamento em Angola. 

É importante lembrar que a TechnipFMC foi premiada com um contrato integrado de engenharia, aquisição, construção e instalação (iEPCI) da BP para o desenvolvimento do campo de Platina em Março de 2020, o contrato cobre a fabricação, entrega e instalação de equipamentos submarinos, incluindo árvores submarinas, uma manifold de produção com controle submarino associado e sistemas de conexão, bem como pipelines rígidos, umbilicais e jumpers flexíveis (Ofsshoreeneregy).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes