Domingo, Outubro 2, 2022

EUA Regista a Maior Queda de Sempre na Produção de Petróleo em 2020

Must read

A redução da actividade de perfuração e os baixos preços do petróleo levaram ao maior declínio na produção anual de petróleo nos Estados Unidos em 2020, quando a produção caiu 8% em relação a um recorde de 2019. A produção de petróleo dos EUA foi em média de 11,3 Mbpd em 2020, e caiu 935.000 bpd, (8%), em comparação com a média anual de 12,2 Mbpd atingida em 2019.

Após a queda nos preços do petróleo em março de 2020 devido à pandemia, as operadoras dos EUA reduziram a produção e fecharam alguns poços. Em maio de 2020, a produção petrolífera americana caiu para uma média mensal de 10 Mbpd, de um pico de 12,8 Mbpd em janeiro de 2020, uma queda de aproximadamente 2,8 Mbpd (21,8%).

A região do Texas, como de costume, foi responsável pela maior parte da produção de petróleo dos Estados Unidos, cerca de 43% em 2020. A produção no Texas caiu 205.000 bpd (4%), para uma média de 4,87 Mbpd em 2020, abaixo do recorde de 5,07 Mbpd estabelecido em 2019.

Por outro lado, a zona prolífica do Novo México, lar de parte do Permian, viu sua produção de petróleo aumentar e foi a única grande região produtora de petróleo a registar crescimento no ano 2020. A produção média anual de petróleo do Novo México deu um salto de 15%, o equivalente a 133.000 bpd, para um recorde anual de 1,04 Mbpd.  

No entanto, tem se registado um aumento da actividade de perfuração nos campos de xisto, embora a maioria das petrolíferas continuam a manter a disciplina de capital e não estejam a se preparar para perfurar como costumavam fazer antes do colapso dos preços em 2020. 

Para este ano, a produção de petróleo dos EUA está definida para uma média anual de 11,1 Mbpd e a perspectiva é que atinja uma média de 11,8 – 12,1 Mbpd em 2022.

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes