Domingo, Agosto 14, 2022

ExxonMobil Classificada como Exploradora do Ano

Must read

A ExxonMobil liderou o caminho com novas descobertas nas costas de Guiana e no Chipre. Num espectro global, as empresas de energia descobriram cerca de 12,2 bboe em 2019, volume mais alto em comparação com quase 20 bboe em 2015, com mais de 5 descobertas de pelo menos 100 mboe cada e principalmente de perfuração internacional offshore, e ainda estima-se que as novas descobertas excederão os volumes encontrados no ano passado. 

A ExxonMobil sediada em Irving, descobriu 4 novas reservas no offshore Guiana, somando 15 registos no país e reservas de gas no Chipre. 

A Exxon pode ser declarada exploradora do ano pelo segundo ano consecutivo. Graças aos esforços e resultados em andamento em Guiana, além de investimentos significativos no Chipre. 

A supermajor foi excepcional, tanto em termos de volume descobertos quanto a criação de valor a partir da exploração, responsável por 9% das descobertas globais de petróleo e gás em 2019. 

No entanto, a maior descoberta de 2019 veio da BP no offshore da Mauritânia, no noroeste de África, com planos de construir outro centro de LNG na região. 

Na Rússia, a Gazprom anunciou duas descobertas no mar de kara- Dinkov no bloco Rusanovsky e Nyarmenyskoye. Estima-se que as descobertas da Gazprom em 2019 detenham recursos recuperáveis combinados de cerca de 1,5 bboe, com Dinkov classificado com a 2º maior descoberta em 2019 em todo mundo. 

Outras importantes descobertas offshore em 2019 incluem a descoberta da Total em Brulpadda na África do Sul, a descoberta Glengorm numa Porcão do Norte do Reino Unido pela empresa chinesa NOOC e o Sputnik da Equinor no sector do mar de Barents. (Energyvoice).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes