Quarta-feira, Dezembro 7, 2022

Must read

Mais Artigos

Nigéria Aumenta a Produção de Petróleo Apesar da Queda Acentuada na Demanda Global

A Nigéria arrancou com o aumento da produção de petróleo bruto, mesmo com o país a enfrentar dificuldades em encontrar compradores, com o covid-19 a destruir a demanda em todo o globo. 

A Nigéria declarou que está preparada para se juntar ao resto dos produtores, no sentido de se fazer sacrifícios necessários para estabilizar o mercado de petróleo e para evitar o que provavelmente será um colapso econômico global. 

A Nigéria maior produtor de petróleo em África, não estava totalmente de ecordo com as suas quotas nos recentes acordos de corte de produção da OPEP, o país teve dificuldades em reduzir a sua produção  devido ao campo Egina, com uma produção de 205.000 bpd, que começou a produção em Dezembro de 2018. 

Consoante o impacto do covid-19, os terminais de exportação da Nigéria ainda estavam em operação. O principal impacto da pandemia no sector petrolífero da Nigéria tem sido do lado da demanda, uma vez que não se encontra compradores. 

A Nigéria teve de reduzir o preço de venda oficial do seu crude para níveis recordes em Abril, de formas a competir com  outros produtores. 

Havia cerca de 15 a 20 mbbls de petróleo nigeriano não vendidos em Abril, cerca de 25% da sua exportação total de petróleo. O petróleo bruto da Nigéria é leve e doce com baixo teor de enxofre e com um bom rendimento para diesel, gasolina e combustível de aviação, que são os produtos mais rentáveis para as refinarias globais. 

Porém, com a demanda por gasolina e do combustível de aviação em crise, as receitas da Nigéria do petróleo caíram drasticamente. O Bonny Light foi avaliado com um desconto de $4,85/bbl em relação ao Brent datado em 8 de Abril, preço mais baixo desde pelo menos Julho de 2001. 

A Nigéria tinha 2,6 biliões de litros de gasolina em estoque que iria atender as necessidades do país pelos próximos 2 meses, sem interrupções inesperadas na sua cadeia de valor no fornecimento e distribuição. A demanda de gasolina na Nigéria caiu acentuadamente devido a paralisação registrada no país. Tipicamente, a Nigéria consome entre 1-1,21 mt de gasolina/mês. 

Na semana passada a Nigéria reduziu o preço do combustível nos seus postos de abastecimento domésticos pela segunda vez em um mês para o equivalente a $0,33/litro, um dos preços mais baixos de gasolina do mundo.   

A agência reguladora dos preços dos derivados dos combustíveis declarou que os preços seriam revistos mensalmente e ajustados dependendo do mercado internacional. 

O governo paga um subsídio da diferença entre o custo de desembarque e o preço regulamentado dos postos de combustíveis. O país importa quase toda a gasolina que consome localmente devido ao fraco desempenho das 4 refinarias estatais. (Platts).

- Advertisement -spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes