Domingo, Outubro 2, 2022

Sonangol e PGS Realizam Pesquisas 3D na Bacia do Kwanza Offshore Angola

Must read

A empresa norueguesa de serviços sísmicos PGS, está a adquirir novos dados sísmicos na bacia do kwanza no offshore angolano em parceria com a Sonangol. Os levantamentos das novas imagens 3D GeoStreamer serão conduzidos nos blocos 6, 7 e 8 na bacia do kwanza.

A bacia do kwanza inclui campos e descobertas com reservatórios tanto no pré-sal como no pós-sal. Esses blocos foram negligenciados em ciclos de exploração recentes, com apenas 5 poços de exploração perfurados desde 1993. A companhia acrescentou que o potencial inexplorado de hidrocarbonetos é considerável e que a área está a testemunhar um ressurgimento do interesse de exploração. O Kwanza pode potencialmente conter mais de 800 milhões de barris de óleo equivalente.

Esta nova pesquisa de multisensores 3D GeoStreamer, juntamente com dados gravimétricos e magnéticos, sobre a parte central da bacia, identificará peças de pré-sal e pós-sal. A configuração da aquisição sísmica usa uma fonte tripla com streamers de 12 x 8,025m operando em modo de ventilador e tecnologia multisensor GeoStreamer para fornecer imagens mais nítidas com atributos confiáveis.

Um fluxo de trabalho de processamento de profundidade de pré-embalagem moderno foi adaptado para os desafios de geração de imagens da estratigrafia de pré-sal num ambiente de águas rasas.

O pré-processamento incluirá um demodiplo 3D direcionado para águas rasas, enquanto a construção do modelo de velocidade incluirá a inversão completa da forma de onda (FWI). Entregas incluem PSDM Kirchhoff stack, RTM PSDM, angle gathers, modelos de velocidade, bem como gravidade e dados magnéticos. (Offshoreenergytoday).

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes