Domingo, Agosto 14, 2022

Total Pretende Vender Participação no Campo Petrolífero do Curdistão

Must read

A Total está em negociações para vender a sua participação de 18% em um campo de petróleo na região semi-autônoma do Curdistão, na qual poderia arrecadar cerca de $500 milhões. 

Jefferies Group está a auxiliar a major na venda potencial da sua participação no bloco de exploração Sarsang no norte do Curdistão, operado pela HKN Energy, uma subsidiária da Hillwood International Energy, com sede em Dallas. 

A Total procura desinvestir em alguns activos enquanto enfrenta a queda do preço do barril de petróleo neste ano e se prepara para o futuro da energia de baixa emissão de carbono, também acabou com a participação no bloco Sarsang após a compra da Maersk Oil, para a qual o bloco na região iraquiana era um grande activo da companhia. 

As negociações estão em andamento e ainda não foi tomada nenhuma decisão final sobre a venda. A petrolífera francesa visa reduzir as emissões e se tornar numa grande empresa de energia, como todas as grandes empresas europeias. A Total espera aumentar sua produção de energia em 1/3, com metade do crescimento vindo do LNG e a outra metade da eletricidade, principalmente de fontes renováveis.  

O presidente-executivo da Total, Patrick Pouyanné, afirmou em setembro que a empresa pretende estar entre os 5 maiores produtores mundiais de energia renovável. O mix de operações da empresa hoje é 55% de petróleo, 40% de gás e menos de 5% de eletricidade proveniente de fontes renováveis, e prevê-se que em 2050, as operações da Total serão divididas em 20% de petróleo, 40% de gás e 40% de energia renováveis.  

Esta intenção requer uma grande disciplina nos investimentos, focando-se em projetos que possam suportar os preços baixos do petróleo e os custos mais elevados de energias renováveis. 

- Advertisement -spot_img

Mais Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Recentes